Nenhuma notificação.

Buscar Imóveis

Ex.: Luzia Residence, Torres do Garcia...

Busca avançada

Preencha também os campos abaixo:

Quartos
Cidade
Estágio da obra

IPCA: saiba mais sobre a nova modalidade de financiamento

Principal responsável pelos financiamentos imobiliários do país, a Caixa Econômica Federal anunciou recentemente uma nova modalidade de operação atrelada ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O tipo de financiamento chega como mais uma opção do mercado, que já oferece linhas de crédito indexadas pela Taxa Referencial (TR), nas modalidades de SAC e Price.

O IPCA oferece, dentre as vantagens, uma prestação inicial mais baixa. Além disso, é medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e corrigido pela inflação acumulada atual.

A nova modalidade é considerada uma opção favorável ao aquecimento da economia, ao aumentar o crédito imobiliário no país, pois a exigência de renda familiar é mais baixa do que nas modalidades tradicionais.

Diferente da Modalidade TR, que compromete até 30% da renda familiar, no IPCA o valor da parcela inicial é menor. Outra vantagem é taxa de juros menor, de 2,95% a 4,95%. 

 

Sobre o IPCA

Criado com o objetivo de monitorar a variação dos preços de produtos e serviços para o público final, o Índice traz um panorama sobre o custo de vida de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos, residentes nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém e Vitória, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e Brasília.

O período de coleta do IPCA é calculado do primeiro ao último dia do mês, por meio de uma pesquisa realizada em estabelecimentos comerciais, prestadoras de serviços, concessionárias de serviços públicos e domicílios (para verificar valores referentes ao aluguel). Nesta avaliação, são considerados os valores cobrados ao consumidor para pagamento à vista.

Compartilhe com seus amigos

Todas as notícias